Extending Russia, o livro americano que planejou foder a Rússia já em 2019

Tudo o que está acontecendo com a Rússia em 2022 não aconteceu por acaso, tão pouco aconteceu por conta da preocupação da União Europeia com a população ucraniana. O que está acontecendo com a Rússia faz parte de um plano maquiavélico há muito tempo concebido e documentado pelo Think Tank (lugar onde pessoas cultas ficam desenvolvendo ideias para influenciar politicamente e economicamente o mundo sem que você saiba) RAND. O Rand nos Estados Unidos é tão ou mais perigoso do que a CIA.

O RAND Corporation é um think tank norte-americana de política global sem fins lucrativos criado em 1948 pela Douglas Aircraft Company para oferecer pesquisa e análise às Forças Armadas dos Estados Unidos(entenda-se Pentágono). É financiado pelo governo dos EUA e por fundos privados, corporações, universidades e órgãos ocultos. A RAND possui inúmeras áreas de especialização, como justiça civil e criminal, educação, saúde, infraestrutura, energia, meio ambiente, estudos populacionais e regionais, ciência e tecnologia, assistência social, etc. A RAND publica regularmente relatórios sobre os aspectos militares e de segurança das relações com a Rússia.

O RAND produziu um relatório/paper/livro chamado “Extending Russia Competing from Advantageous Ground” , cujo um dos autores é Bryan Frederick um cientista político sênior da RAND Corporation. Seus interesses de pesquisa incluem competição estratégica, dissuasão e escalada interestadual, previsão de conflitos, intervenções militares, disputas territoriais, normas internacionais, direito de conflitos armados e questões de segurança regional na Europa, Ásia Oriental, Ásia Meridional e Oriente Médio. Ele já trabalhou no International Crisis Group e no Issue Correlates of War Project. Ele completou seu Ph.D. em Relações Internacionais na Johns Hopkins School of Advanced International Studies (SAIS) em 2012, seu M.A. da Johns Hopkins SAIS em 2002, e seu B.A. em Filosofia pela Williams College em 1998. Ou seja, um Nerd voltado à pesquisa de como foder países explorando as suas vulnerabilidades para fazer prevalecer os caprichos norte americanos no mundo todo.

No referido livro/relatório do senhor nerd Bryan tem o seguinte texto falando das vulnerabilidades russas já em 2019 :

“As fraquezas da Rússia estão nos domínios econômicos • A maior vulnerabilidade da Rússia, em qualquer competição com os Estados Unidos, é sua economia, que é comparativamente pequeno e altamente dependente das exportações de energia. • A maior ansiedade da liderança russa decorre da estabilidade e durabilidade do regime. As medidas mais promissoras para enfatizar a Rússia estão nos domínios da produção de energia e internacional pressão • Continuar a expandir a produção de energia dos EUA em todas as formas, incluindo renováveis, e incentivar outros países a fazerem o mesmo maximizaria a pressão sobre as receitas de exportação da Rússia e, portanto, sobre sua orçamentos nacional e de defesa. Sozinha entre as muitas medidas analisadas neste relatório, esta vem com o menor custo ou risco. continua no verso• As sanções também podem limitar o potencial econômico da Rússia. Para serem eficazes, no entanto, eles precisam ser multilateral, envolvendo (no mínimo) a União Europeia, que é o maior cliente da Rússia e maior fonte de tecnologia e capital, maior em todos esses aspectos do que os Estados Unidos. Medidas geopolíticas para atrair a Rússia a se estender demais são provavelmente impraticáveis, ou correm o risco de ser secundárias. consequências da ordem • Muitas medidas geopolíticas forçariam os Estados Unidos a operar em áreas mais próximas da Rússia e onde é, portanto, mais barato e mais fácil para a Rússia do que os Estados Unidos exercer influência. Medidas ideológicas para minar a estabilidade do regime trazem riscos significativos de contra-escalada • Muitas opções militares – incluindo mudanças na postura da força e desenvolvimento de novas capacidades – poderiam aumentar a dissuasão dos EUA e tranquilizar os aliados dos EUA, mas apenas alguns provavelmente estenderão a Rússia, como Moscou não está buscando paridade com os Estados Unidos na maioria dos domínios.”

Além disso, podemos dizer que as atividades da RAND Corporation são muito perigosas, pois desenvolve os planos expansionistas mais agressivos dos EUA, promovendo abertamente a interferência norte americana nos assuntos internos de países soberanos. A forma legal do RAND (think-tank sem fins lucrativos) oferece uma liberdade de ação muito mais ampla em comparação a órgãos estatais engessados juridicamente, isso torna o RAND mais perigoso do que a CIA e outros serviços especiais. As recentes publicações da RAND mostram que os círculos de neoconservadores americanos (os “falcões”) estão prontos para desestabilizar metade do mundo para alcançar sua versão dos interesses dos EUA.

Download:

Se você duvida, você pode comprar o livro o tal livro na Amazon em

https://www.amazon.com.br/Extending-Russia-James-Dobbins/dp/1977400213

Ou então você pode baixar o PDF todo de graça clicando nesse link AQUI, mas está tudo em inglês, ok?

Baixe já!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


FOFOCAS
JavaNunes · Hetero da TIM - Brasil
JavaNunes · No hospital na sala de putaria
JavaNunes · Vai fazer cocô o dia inteiro e colocar comida pra fora