O engajamento orgânico das redes sociais acabou!

As redes sociais aparentemente acabaram com o engajamento e o alcance orgânico.


Outro dia eu fui postar uma foto de uma linda orquídea que eu havia encontrado na rua, na rede que era destinada à fotos, o Instagram. Passou-se um dia inteiro e ninguém deu sequer uma curtida, ainda por cima eu até perdi seguidores, eu então achei essa situação estranha, pois a foto havia ficado muito bem feita em relação às cores contrastando com as outras plantas ao fundo. Não tinha como ninguém não gostar. Anos atrás, se eu tivesse postado uma foto dessa, no mínimo eu teria umas 13 curtidas e alguns comentários. Depois, navegando pela rede social para entender esse fracasso, visualizei um post de um usuário qualquer, nesse post havia nada mais, nada menos que a foto de uma privada entupida… Imagine só que coisa mais grotesca! Seria normal que ele não tivesse nenhuma visualização ou curtida, só que foi bem diferente: o referido post imundo dele havia alcançado a marca de 16.000 curtidas!!! Fora os comentários! Pasmem!

Resolvi então parar de seguir todas as pessoas que eu seguia e fui postar um vídeo no chamado Reels para ver o que acontecia, os vídeos eram bobos e curtos, me surpreendi que eles somados tiveram 11.000 visualizações. Eu achei isso interessante mas muito esquisito também. No outro dia, eu postei mais 6 vídeos Reels, fui ver o resultado vinte quatro horas depois e todos eles só haviam tido SEIS visualizações! Que podre! Tudo bem que os vídeos não tinham nada de especial mas também não tinham um vaso sanitário entupido para merecer seis visualizações apenas. O engajamento foi zero, mesmo eu tendo postado vídeos mais interessantes do que os primeiros que eu havia postado, aqueles que tiveram misteriosamente 11.000 visualizações.

Fui sondar as configurações do tal Instagram e vi que ele me sugeria PAGAR para ter mais visualizações. Então eu entendi tudo: essa rede social que eu adorava usar anos atrás, depois que foi comprada pelo Facebook, ficou com a mesma filosia dele que é fazer de tudo uma oportunidade de negócio para empresas: Se você quer mais comentários nas suas fotos, PAGUE! Se você quer mais visualizações em suas fotos, PAGUE! Se você tem mais de 2000 amigos e quer que o seu post chegue a todos eles, não basta postar como era antigamente, TEM QUE PAGAR! Se você tem uma comunidade com mais de 40 mil usuários e postar alguma coisa, os 40 mil usuários não irão visualizar o seu conteúdo mais, só uns 3 ou 4 gatos pingados é que vão curtir ou comentar. A distribuição é seletiva e proporcional ao quanto você paga e a porcentagem de seguidores que você tem. Ou seja, crescimento orgânico não existe mais, as redes sociais te dão o gostinho de ter um número de visualizações elevado(a chamada sorte de principiante) num dia qualquer, aí você feito um idiota tenta postar conteúdo melhores em relação aquele primeiro que postou e descobre que ninguém nem sequer o viu. Você até pode achar que é o mau relacionado que você tem com as pessoas mas a verdade é outra, se você for sondar melhor, muito dos seus seguidores nem visualizaram o que você postou, não é culpa deles, não é culpa se você é de direita ou esquerda, o fato é que se você quer engajamento, ou você tem que PAGAR, ou tem que ser conhecido no mundo real para implorar aos seus seguidores que eles curtam os seus links.

As redes sociais perceberam que aquilo que você mais aprecia nelas, que é ficar popular pela qualidade do seu conteúdo de uma hora para a outra, poderia ser controlado para gerar mais lucros para elas. Esqueça o tal do “viralizar”! Quer destaque? PAGUE ou então MENDIGUE por atenção dos seus seguidores! Veja um exemplo bem tosco: Antes no Youtube e no Twitter, se você fosse em um vídeo ou post, comentar o que achou, o seu comentário ficava em ordem natural, ou seja, o ultimo a postar, ficava no topo dos comentários, ganhando assim um bom destaque, principalmente se o comentário fosse bem inteligente, agora nos dias em que as empresas vivem no cio por dinheiro, se você posta um comentário em cima de um tweet ou vídeo qualquer, ele aparece umas 6 posições abaixo do primeiro no Twitter e no Youtube chega a ir para o nimbo. Acabou o lado orgânico das postagens nessas redes sociais, afinal de contas, é proibido ter destaque sem enfiar muito dinheiro no rabo dessas empresas.

Outro dia eu vi no TikTok um vídeo daqueles que você nota que a pessoa postou só pra testar e ver como funcionava a plataforma, no caso, era um vídeo onde um adolescente falava algo que não dava pra entender nada , a iluminação era ruim e o vídeo embaçado, o usuário só havia postado um único vídeo, mesmo assim ele tinha 16.000 visualizações e 3.000 curtidas !!! Ou seja, não é algo natural. Isso ou deve ser erro ou uma isca para você ficar naquela rede para sempre achando que vai repetir o feito.

Por isso tudo eu sou levado a crer que hoje em dia, nessas redes sociais velhas que tratam tudo como venda no Mercado Livre, você só tem dois três maneiras de ter sucesso com engajamento:

1) JÁ SER CONHECIDO NA VIDA REAL (FAMA)

Nesse caso a pessoa já é conhecida no mundo real ou na televisão ou rádio, ela já é famosa, rica e apenas entrou na rede social apenas para ser ainda mais influente. Sem falar que muitos famosos pagam quantias absurdas, sem você saber, para terem destaque, afinal de contas, dinheiro para famosidades geralmente não é problema.

2) PAGAR PARA TER ENGAJAMENTO (O QUE ELES QUEREM)

Você navega nas redes sociais e elas mesmo começam a lhe fazer várias propagandas dizendo que se você quer que aquele post chegue à 2.000 seguidores, basta pagar X reais no cartão de crédito. Todas as redes sociais estão indo para esse tipo de funcionamento. Viralizar um conteúdo para elas, agora é um prejuízo se você não paga.

3) MENDIGAR

Consiste em você ficar implorando aos seus seguidores para eles darem like, essa técnica é muito usada no Youtube e até os tutoriais do próprio Youtube que ensinam criar conteúdo, insentivam você ficar pedindo like para Deus e o mundo, além de mandar os outros se inscreverem no seu canal.
Você também, se for uma daquelas pessoas chatas que fazem amizade até na fila do SUS, pode ficar insistindo para seus amigos entrarem nas suas redes sociais para eles te seguirem, mendigar hoje em dia no Brasil já é um modelo de negócio praticado entre empresas, moradores de rua e operadoras de telefonia, por que não você?

Por causa do fim do engajamento totalmente orgânico nas redes, eu apaguei um monte delas da minha vida. Não tinha mais sentido para mim, gastar tempo, dinheiro e despesas com passeios para por uma foto num post e ninguém ver. Não tem sentido!


A lição que fica é: explorar as redes sociais para ficar popular no seu começo, porque depois, elas vão querer manipular tudo aquilo que acontecia de forma natural, para ganharem o seu dinheiro. Por isso eu concluo que redes relativamente novas como o Tiktok, ainda podem render mais engajamento do que redes sociais velhas, o ideal é começar nessa plataforma agora, pois daqui a alguns anos, se ela não tiver acabado, você irá postar várias coisas e terá duas visualizações por semana na melhor das hipóteses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


FOFOCAS
JavaNunes · Hetero da TIM - Brasil
JavaNunes · No hospital na sala de putaria
JavaNunes · Vai fazer cocô o dia inteiro e colocar comida pra fora