Psicologia do Twitter

Você posta um monte de coisas no Twitter imaginando onde o servidor deles guarda tantas coisas, você posta , posta , posta mas parece que está falando sozinho. De repente, um dia qualquer alguma conta maior, mais famosa curte o que você fala ou compartilha. Nossa! Agora você deixa de ter complexo de inferioridade por ninguém estar nem aí para as suas postagens para adotar um comportamento cauteloso, agora você tem medo de postar uma besteira pelo fato de saber qua uma conta mais famosa está de olho em você e que ela pode não se agradar, por isso você passa a postar menos, você começa a ser mais seletivo com o que curte e compartilha no Twitter, por conta disso a conta grande que lhe deu uma curtida se arrepende, afinal, na cabeça dela, foi só ela lhe dar confiança para você se sentir melhor e não curtir e nem compartilhar aquilo que ela sempre posta, por conta disso ela nunca mais vai curtir ou compartilhar aquilo que você posta, afinal ela é a conta maior, mais famosa e não você.

No outro dia você posta uma coisa, um texto, um meme super inteligente para ver se agrada aos seus grandes seguidores, eles nem se importam, cagam e andam para você. Você tem pessoas que admira no Twitter, você até tenta se comunicar com elas, mas elas te dão um “gelo” para você se pôr no seu lugar! Afinal seguidos não podem dar bola a seguidores para eles não perderem o status de difícil que ajuda na fama. Tudo que é mais difícil as pessoas parecem valorizar mais, por isso elas não gostam de ser fáceis nas redes sociais. Ela tem que exercer o status de famosa dela em algum lugar, ela não pode falar com quem tem menos seguidores que ela. Daí você já conhece o tipo…

Aí surgem aqueles clichês na sua linha do tempo como Marco Feliciano dizendo que tudo é culpa do PT e da esquerda, depois surge Tábata Amaral achando que o único problema no universo que acontece com todos os seres vivos é a opressão da mulher, depois aparece Deltan Dalanhol fazendo demagogia dizendo que o combate à corrupção cura até calvície e dor de dente. Você começa a se perguntar como gente tão pobre de criatividade, sem graça e repetitiva consegue tantos seguidores, curtidas e compartilhamentos assim? Deve ser ajuda dos extraterrestres, não é possível!

Um belo dia você posta uma coisa qualquer no meio de um assunto que já estava rolando, sem nenhuma pretensão e todo mundo curte ou te xinga! Oh Glória!
Aí você percebe que existe vida para não celebridades no Twitter! Muitas vezes você posta algo com muito ódio e também dá efeito, mas se você tenta postar algo na linha do pensamento anterior para ver se consegue mais interação, ninguém curte, ninguém olha, ninguém compartilha.

Resumindo, eu só faço sucesso nessa merda quando tenho ódio!
E ainda dizem que só o amor constrói. Isso é a maior mentira do universo! O ódio nas redes sociais também constrói.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


FOFOCAS
JavaNunes · Hetero da TIM - Brasil
JavaNunes · No hospital na sala de putaria
JavaNunes · Vai fazer cocô o dia inteiro e colocar comida pra fora